Isso não é um post

Isso é a p**** dum desabafo!

A tempestade no copo d’água que estão fazendo em cima da falha da GRÁFICA que ganhou a licitação do ENEM – num universo de 10 milhões de alunos, nem 2 mil foram prejudicados – interessa a quem, mesmo? Ah, sim, aos donos de cursinho, incluindo aí o amiguinho do príncipe dos sociólogos, o Di Genio (dono do Objetivo), e àqueles que não suportam ver pobre (boa parte dos inscritos) ocupando vagas nas universidades; afinal, que horror é a universalização do ensino, não? Acho que quem vem apedrejando o ENEM desconhece que é comum acontecerem falhas desse tipo – inclusive, nos EUA, a menina dos olhos de ouro dos descolados e neocons, onde existe um processo semelhante, acontecem coisas bem piores, mas, claro, não é conveniente divulgar.

Metem o pau no Fernando Haddad – aquele que “só” criou mais de 10 universidades federais, “só” mais de 200 escolas técnicas, “só” o PROUNI, “só” o REUNI, “só” pôs fim à máfia dos cursos irregulares à distância – e no “nordestino-analfabeto-ignaro”, quando a extrema maioria dos que o criticam não consegue discorrer por duas linhas sem cometer assassínios linguísticos, e ainda por cima propaga aos quatro ventos “a piora do ensino nos últimos 8 anos”. Esquecem de todos os avanços e mostram desconhecimento do fato de o EF e o EM serem majoritariamente de responsabilidade dos estados.

Curiosamente (ou não), uma parcela considerável de quem está aderindo à “revolta” é composta por aqueles ditos “neutros” – entra aí (mas não só) o pessoal que achou Tropa de Elite 2 a oitava maravilha, que pensa que político é tudo ladrão/corrupto, que propaga o “bandido bom é bandido morto” e “direitos humanos são para humanos direitos”, que tomou a derrota do Serra como ofensa pessoal, mesmo “sendo neutro”, que chama de terrorista uma mulher que lutou contra um regime tirânico e sanguinário pra que essa mesma gente pudesse falar horrores a respeito dela, e por aí vai. Infelizmente, essa parcela reluta em admitir sua ideologia conservadora e seus moralismos arcaicos. Então, minha gente, vamos tirar essa carapuça de isenção e assumir uma postura firme e coerente, sim?

Me deixa abismado que nas épocas de eleições haja tanta gente “ligadaça” em política, gente essa que, em geral, não acompanha o cenário, não tem opinião crítica e professa uma chuva de sensos comuns. Claro que todo mundo tem direito à opinião, mas um mínimo de coerência cabe aqui, não? Quer falar, vá atrás de informação, analise, critique, discuta, procure ver mais mais de um lado das questões. Não seja mais uma ovelha no rebanho, seguindo cegamente o pastor e ajudando a multiplicar ódio, preconceito explícito, desinformação, mentiras e boatos calhordas.

Esse textinho não se dirige a ninguém específico, mas, se a carapuça servir…

Errata: onde disse “10 milhões de alunos”, leia-se 10 milhões de provas, aproximadamente; o número de alunos foi de 4 milhões e uns quebrados.

Anúncios

One Response to Isso não é um post

  1. carolina disse:

    Concordo plenamente contigo, Ramiro.
    Hoje mesmo eu tava passando pela Andradas e vi uma mutlidão de jovens “protestando” por causa desses erros do ENEM. Só de passar os olhos pela multidão eu reconheci uns 10 ex-colegas meus, que devem estar fazendo cursinho agora. A maioria dos jovens parecia ser de classe média alta.
    Incrível a hipocrisia dessa gente… Tem um saquinho pra vômito aí?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: